quinta-feira, 17 de Março de 2011

Caros seguidores,
se quiserem contactar o nosso grupo para um assunto relacionado com o blog, podem usar os mails:

eshm12gap3@gmail.com

ou

eshm12gap3@hotmail.com

:)

Comentem!
Aguardamos notícias, sugestões e opiniões!



Grupo III, 12ºG - ESHM (2011(

Bibliografia, Webgrafia e Ficha Técnica

Bibliografia

“Os Jovens e a Sexualidade”, Nuno Silva Miguel – Edição Conjunta: Instituto da Juventude; Projecto Vida; Comissão Nacional de Luta Contra a SIDA;
“Enciclopédia da Sexualidade: Sexualidade Evolutiva”; - O casal; - Sexualidade e Reprodução; - Sociedade e Sexo – Oceano Liarte
“SIDA, com a Colaboração da Associação para o Planeamento da Família” – Texto Editora
“O Essencial da Saúde – SIDA”, Henrique Barros – Relógio D’água
“Vida, Vírus e Vícios”, Isabel do Carmo – Relógio D’água
“Gravidez na Adolescência”, Maria Madalena de Carvalho Lourenço – Fim de Século
“Planeta Terra”, Ana Cristina Barros e Fernando Delgado – Santillana Constância   

Webgrafia


Site da Associação para o Planeamento Familiar:

Site do Instituto Português da Juventude: http://juventude.gov.pt/SaudeSexualidadeJuvenil/Paginas/default.aspx

Imagens recolhidas do “Google Image”



Ficha técnica:

ESCOLA SECUNDÁRIA HENRIQUE MEDINA

Turma: 12º G
Grupo nº 3 – Área de Projecto

Alexandra Enes
Luísa Dias
João Novo
Maria Esteves
Telma Faria
João Miguel Novo

PROF. Mariberta Pereira

ANO LECTIVO: 2010/2011

CURSO: Cientifico-Humanístico de Línguas e Humanidades


Contactos úteis

Contactos úteis
Linha de Ajuda – Sexualidade em linha
Telf. 808 222 003 (preço de chamada local em todo o território nacional). É um serviço de atendimento, aconselhamento e ajuda telefónica nacional na área da saúde sexual e reprodutiva. Este serviço surgiu em 1998 e resulta de um protocolo de colaboração estabelecido entre o Instituto Português da Juventude (IPJ) e a Associação para o Planeamento da Família (APF). Do outro lado está uma equipa de técnicos de saúde, disponíveis para ouvir, aconselhar e ajudar na resolução das mais diversas dúvidas e dificuldades. Horário de funcionamento: dias úteis, das 12h às 19h e aos Sábados, das 10h às 17h.
Linha da Sexualidade Segura
Telf. 800 202 120
(chamada gratuita)
Horário de funcionamento: 24 h/dia
SOS Adolescentes
Telf. 800 202 484
(chamada gratuita)
Horário de funcionamento: todos os dias, das 14h às 18h
Gabinete de Apoio à Sexualidade Juvenil (IPJ)Rua Pedro Álvares Cabral, 8
7800-509 Beja
Telf. 284 322 672 | 284 322 423
E-mail:
ipj.beja@mail.telepac.pt
Ou
Largo José Afonso,
2900-429 Setúbal
Telf. 265 539 340
E-mail:
ipj.setubal@mail.telepac.pt

Ejaculação Precoce

O que é?
A ejaculação precoce é definida pelos especialistas como um défice de controlo sobre a ejaculação, interferindo com o bem-estar sexual ou emocional tanto do homem como da mulher. Ou seja, um homem que sofra deste problema ejacula muito rápido, antes mesmo de a parceira ter o orgasmo – em média, 2 minutos após a penetração, embora este valor possa variar.
                A ejaculação precoce afecta entre 20 a 30% dos homens durante uma fase da vida sexual, normalmente no início desta ou quando um homem volta a fazer sexo, após um longo período sem relações.

ª       Porque acontece?
Existem vários motivos para a ejaculação precoce. Entre eles estão: a ansiedade; o stress; a inexperiência sexual; o facto de a primeira vez ter corrido mal ou ter sido rápida demais e tenha provocado este sistema de ejaculação prematura no homem; insegurança; etc. 

ª       Tem cura?
Ao contrário do que muitos jovens pensam, a ejaculação precoce não é nenhuma doença crónica e, assim sendo, obviamente que tem cura. É apenas um problema, na esmagadora maioria das vezes psicológico. Se isto acontecer, o pior que se pode fazer é pensar-se que vai ser assim para sempre, visto que é um problema psicológico e é a mente que controla o desempenho sexual, já que não há nenhum problema físico a causar a ejaculação precoce.

É possível tentar evitar-se a ejaculação precoce sem se ir ao médico, usando três métodos:
ª       Técnica de distracção:
Durante o acto sexual, o homem orientar o pensamento em alguma situação que o desligue de sexo. Assim que perceba que a erecção está se desfazendo, volta a fixar-se na parceira. Deve usar essa distracção, algumas vezes, para poder prolongar o tempo de penetração antes da ejaculação.
ª       Técnica de compressão:
O homem deve comprimir a base da glande (cabeça do pénis) por 4 a 5 segundos imediatamente após a primeira sensação de maior excitação. Com este procedimento vai dificultar a entrada de sangue no pénis e retardar um pouco a ejaculação.

ª       Técnica stop-start
O homem de ficar na posição superior à parceira, para poder ter controlo do movimento sexual. Deve iniciar a penetração e parar completamente os movimentos próximo ao momento de maior excitação, para que a relação dure mais.

Alguns homens, depois de usarem estas técnicas várias vezes, convencem-se de que já estão curados e começam a ter uma relação sexual de duração normal. Então, porque este é um problema psicológico, acabam mesmo por superá-lo e garantir uma vida sexual satisfatória.


Porém, outros homens têm mais dificuldades em vencer a ejaculação precoce. Para isso, existe tratamento médico, com profissionais especializados, que ajudarão o homem a superar este problema. O tratamento compreende, então:
ª       Acompanhamento psicológico;
ª       Utilização temporária de medicamentos, prescritos pelo médico, que ajudem a retardar a ejaculação, como antidepressivos e cremes anestésicos;   
Nestes casos, a parceira deve acompanhar o homem às consultas, até porque o apoio e a atitude da mulher são cruciais para o tratamento. Além disto, o casal deve aproveitar este problema para encontrar outras formas de dar e ter prazer, que não a penetração. É importante que tanto o homem como a mulher tenham à-vontade para falar e encarar o problema, ajudando-se mutuamente, para que este possa ser resolvido rapidamente.